Blog

Como escolher banquetas para a cozinha?

  • 0 Comments /
  • fevereiro 8, 2016 /
  • by acesso /
  • ambientes, Banqueta, Cozinha, Decor, Decoração, Dica, Dicas, Estilo, móveis, móveis Londrina /
  • Leave a comment

Se você é daqueles que adora uma cozinha gourmet, ama jogar um bom papo fora, ou só está mesmo interessado em degustar deliciosos quitutes, vai ter que concordar que estar sentado confortavelmente só vai fazer essa experiência ser ainda mais agradável, não é mesmo?

1. Conheça as opções

Que a banqueta é um dos itens essenciais para sua cozinha quase todo mundo sabe. Mas para escolher a banqueta ideal, o primeiro passo deve ser conhecer quais os modelos e opções e existentes no mercado. As banquetas disponíveis possuem modelos diversos.

Existem banquetas altas, baixas, giratórias, com ou sem encosto de pé e ainda com amortecedor. Quanto às tendências, há banquetas no estilo contemporâneo, com linhas arrojadas; com design vintage; no estilo moderno, com cores fortes ou em materiais como acrílico ou cromado. Enfim, as opções são muitas.

2. Pense como será a utilização

Agora que você já sabe quais são os principais modelos e tendências de banquetas disponíveis, é preciso saber qual será o seu objetivo para fazer uma escolha que se encaixe no seu perfil. Conhecer bem o seu tipo de cozinha é, portanto, essencial.

Se sua cozinha é americana, é bem provável que nela sejam previstas bancadas mais altas, com altura média entre 85 e 93cm. Nesses casos, você precisará de banquetas altas. As giratórias são uma boa opção.

Mas se sua cozinha é maior e há espaço para uma mesa de cozinha de altura padrão (aproximadamente 74cm), você poderá comprar banquetas mais baixas.

É bom pensar também na forma de utilização de sua cozinha. Se ela for usada para refeições rápidas, não há problemas em utilizar os modelos sem encosto. Mas se a tendência é utilizar a cozinha como espaço de convivência, não dispense os modelos com encosto.

3. Respeite o clima

De nada adianta você comprar uma banqueta linda e maravilhosa se daqui a pouco ela vai estar com um aspecto péssimo.

Respeite a natureza. Se você mora em uma área praiana, evite materiais metálicos para afastar a possibilidade de suas banquetas enferrujarem logo, logo. Caso faça questão de elementos metálicos, prefira o alumínio. Ele pode ser utilizado em regiões litorâneas, mesmo estando suscetível a um tipo de deterioração: a oxidação branca, que, no entanto, têm recuperação mais fácil.

E detalhe: essa dica serve não só para as banquetas. Ela pode ser seguida na hora de escolher todos os móveis da cozinha.

4. Combine estilo com ergonomia

Em média, cada banqueta ocupa cerca de 60cm. Por isso, verifique o espaço disponível para não colocar mais banquetas que o espaço comporta. Além do mais, você não vai querer que os seus convidados fiquem desconfortáveis batendo as pernas uns nos outros, não é mesmo?

O encosto do pé também merece atenção. Banquetas requerem sempre um apoio para os pés. Nesse caso, o apoio pode estar tanto na própria banqueta como no móvel de apoio. Só não pode deixar de ter.

A altura é outro item fundamental. Comer sentado em uma banqueta alta ou baixa demais é muito desagradável. Uma boa dica para afastar de vez qualquer problema de altura é escolher modelos com regulagem de altura. Elas se adaptam bem a diversas alturas.

Essas são apenas algumas dicas que devem ser levadas em conta na hora de escolher a banqueta ideal, afinal esse é um dos itens que não podem faltar na sua cozinha. O importante mesmo é ter bom senso e escolher um modelo que combine com seu estilo e que te deixe bem confortável na hora de degustar receitas maravilhosas na cozinha.

 

Via Casa Show.

 

0 Comments